estação bandeirantes

ficha técnica

local são paulo
data do do projeto 2006
arquitetura cristiane muniz, fábio valentim, fernanda barbara, fernando viégas (autores) ana paula de castro, eliana satie uematsu, jimmy liendo, josé carlos silveira jr, luis eduardo menezes, maria cristina motta (colaboradores)
análise imobiliária e estudos localizacionais barbara consultoria (hani ricardo barbara e andré barbara)
consultoria estrutural companhia de projetos
estudo de transporte, modelagem econômico-financeira e avaliação de demanda logit engenharia

O projeto dessa estação considera o deslocamento da atual estação Piqueri para cima da ponte ferroviária existente. Tal operação mostrou-se interessante na medida em que a estação Piqueri tem pouca demanda e deveria ser totalmente reformada para atender ao programa de modernização. Sua aproximação em relação à Estação da Lapa permite melhorar as condições operacionais dessa estação hoje bastante sobrecarregada.

A nova estação será construída sobre a ponte ferroviária existente que cruza o Rio Tietê. Novo marco na paisagem da cidade, a estação sobre a ponte possibilitará acesso pelos dois lados do rio, aumentando significativamente o potencial do número de usuários. Uma passarela foi associada a nova estrutura e será a primeira transposição exclusivamente peatonal sobre o rio.

Para a construção considerou-se a ponte existente como base para as quatro vias que ali permanecerão. A nova estação será constituída a partir de uma estrutura metálica independente da ponte de concreto existente, na forma de duas treliças paralelas com vãos de 80m.